ERRO AO LER TAG

Educação ambiental começa cedo

Crianças do CRAS da Serra do Piloto dão continuidade ao plantio de mudas nas margens do Rio do Saco

Educação ambiental começa cedo

Os pequeninos se divertiram e se empenharam na execução da tarefa

Crianças cadastradas no CRAS da Serra do Piloto participaram nesta quinta-feira (20) da atividade “Plantio Rio do Saco”, uma ação realizada pela secretaria de Meio Ambiente, que tem por objetivo a recuperação da mata ciliar em torno do Rio do Saco. A atividade de hoje foi para plantar mais 50 mudas, verificar o estado das que foram plantadas no mês passado, e se for o caso, replantá-las. Estas mudas são adquiridas pela secretaria de Meio Ambiente através da Contenção Ambiental. As atividades do projeto acontecem no CRAS da Serra do Piloto todos os meses e é aberto para a população que se interessar em conhecer e ajudar o meio ambiente.

Os pequeninos se divertiram e se empenharam na execução da tarefa. Julia Eduarda de Souza, de 11 anos, acredita que seria melhor se todos tivessem a mesma iniciativa. “Porque precisamos ajudar o meio ambiente, sem as plantas a gente não vive. Tem muitos homens desmatando a natureza e nós seremos prejudicados. Seria legal que todos fizessem a mesma coisa.

Para fechar com chave de ouro a atividade, as crianças receberam uma agenda de material reciclável pela Embrapa Agrobiologia, parceira do projeto que fornece os materiais didáticos de incentivo de cuidado meio ambiente.

A secretária Adjunta de Meio Ambiente, Verônica Matos, esteve presente no evento e explicou a importância da realização deste trabalho.  “A intenção é que o município plante o máximo possível, porque a falta de vegetação prejudica todo um ciclo, por exemplo, se a gente não tiver uma mata perto de um córrego ou uma nascente, ela vai secar. E às vezes as pessoas não entendem a importância desse trabalho. São milhões desmatando e mesmo assim, acredito que plantar de uma a uma chegaremos lá”. Ela ainda garante: “Quando terminarmos aqui, vamos procurar outros lugares para dar continuidade”.



Deixe seu Comentário